O CLÁSSICO TAILLEUR

 


Eternizado por Coco Chanel ele faz sucesso em todas as ocasiões, em todos os tecidos e para todos os tipos de mulheres. 





A palavra “Tailleur” em francês, de onde se origina quer dizer “Talhe”. O corte é a síntese dessa roupa com caimento perfeito. Chanel criou modelos de paletós coordenados com saia. Hoje em dia o tailleur pode ser usado com saia ou calça e é símbolo de feminilidade e elegância. 



Para quem trabalha em estatais, ambientes governamentais e judiciários é o traje certo e correto. 

Para cada tipo de corpo, um tipo de tailleur. 

  • Quadris largos: Pode usar paletó com abotoamento simples ou duplo, o paletó mais baixo é o mais indicado. Ombreiras discretas podem equilibrar os quadris. Use com saia reta e não volumosas. 
  • Mulheres acima do peso: Paletó com abotoamento simples, saias ou calças de corte reto ou ligeiramente afuniladas. Evite lapelas largas, bolsos grandes, saias ou calças com pregas ou muitos justas.  
  • Mulheres de bustos grandes: Paletó com abotoamento alto e simples. Ombreiras pequenas imperceptíveis, cintura reta sem marcar a pence. Saia reta ou evasê, calça reta ou com pregas. Evite lapelas largas e detalhes que destaquem o busto.  
  • Mulheres tipo mignon: Paletó com abotoamento simples ou transpassados, cumprimento nos quadris ou curtos. Saias e calças podem ser justas, retas ou afuniladas. Evite paletós abaixo dos quadris, barra italiana, saias muito curtas ou muito volumosas.  
  • Mulheres estilo longilíneo – alta e magra – pode usar qualquer tipo de paletós e saias.