ESTILO INVERNO - Boinas e Gorros...



Algumas pessoas usam um tipo de peça que marcam a sua imagem. Temos exemplos de personalidades conhecidas no mundo como “Che Guevara” e o artista Pablo Picasso que sempre em todas as aparições estavam usando uma boina.


A boina é um subtipo do boné, geralmente feito de lã, feltro ou fibras acrílicas, e sem aba, com a função de proteger.
Originária dos povos Celtas, a boina teve seu primeiro uso militar pelos Caçadores Alpinos da França, em 1889, em cor azul escura (século 17).


Na 1ª Guerra Mundial seu uso foi tímido. Mas, entre as duas guerras mundiais em 1936, a Guerra Civil Espanhola, iniciou sua popularização militar com os, “boinas vermelhas” que lutaram nos anos 40 ao lado da Alemanha nazista, no front oriental contra a União Soviética.
Alguns historiadores associam a origem das boinas militares aos escoceses e bascos. Para outros, o chapéu ajustável de tecido macio não é considerado boina.
No Brasil, na região sul durante o inverno a boina é usada por homens e mulheres.
No momento, a boina retorna às ruas com aval de grandes estilistas como Alessandro Michele, da Gucci e Maria Grazia Chiure, da Dior.


Uma versão da boina é o GORRO, de formato redondo, sem abas cobre as orelhas usado por crianças, idosos, homens e mulheres para proteger do frio.
Pode ser de lã, malha, tricô ou crochê e até de peles ou couro.



Existem variações nos gorros: alguns amarrados em baixo do queijo, outros chamados balaclavas cobrem o rosto e o pescoço usado por alpinistas, esquiadores, motociclistas e até assaltantes.
Curiosidade: Diz à lenda que Noé quando navegava na arca durante os dias frios e com tempestades transformou, cortando em círculos a lá das ovelhas num gorro para aquecer.
Madonna também usou no seu show em 2003 uma boina para incrementar a sua imagem.