segunda-feira, 22 de março de 2021

Maria Inês Pierin Borges da Silveira reconduzida na Presidência da ACCUR

 

A presidente da Academia de Cultura de Curitiba (Accur) Maria Inês Pierin Borges da Silveira, foi reconduzida ao cargo da entidade com uma expressiva participação dos Acadêmicos que elegeram a chapa “João Darcy Ruggeri” para o triênio 2021-2024. A eleição aconteceu no último dia 19 de março.
A Academia de Cultura de Curitiba (Accur) foi idealizada e fundada pelo engenheiro Ivo Arzua Pereira em agosto de 1992 e posteriormente presidida por Desembargador Luís Renato Pedroso e Dr. João Darcy Ruggeri, com objetivo de atuar e atender aos anseios culturais da comunidade curitibana nos diversos aspectos intelectuais e artísticos.
A Accur é constituída de um quadro de acadêmicos fundadores, efetivos, beneméritos, honorários e correspondentes. É de direito dos acadêmicos, contribuir para o desenvolvimento cultural da Accur e responder com responsabilidade pelos cargos para os quais foram eleitos ou designados.
Maria Inês conta que ao receber em 2015 o convite do então Presidente João Darcy Ruggeri, “sabia que teria um grande desafio a cumprir, procurou trabalhar sempre com parcerias, apoios dos acadêmicos e entidades para fortalecer a Academia e conquistar os objetivos da Accur, enaltecendo a cultura.”
Maria Inês é escritora com livros publicados “Lapa, Tropas e Tropeiros”; “Viver com Elegância Não é Difícil – manual de etiqueta”; “Cerimonial Público e Privado”. Já participou de várias coletâneas com contos. Coordenou e proferiu cursos de etiqueta na Fundação Getúlio Vargas –ISAE e Centro Europeu. Participou do curso Gestão de Luxo no Institut Supérieur Du Commerce de Paris. Escreve para inúmeros blogs e revistas sobre Etiqueta Empresarial. Presidiu a Associação de Mulheres de Negócios (Business Professional Women) por duas gestões.
A frente do Instituto Histórico e Cultural da Lapa é a coordenadora do Festival de Cinema da cidade, evento já consolidado e uma referência nacional.

MAIOR VISIBILIDADE
Na Academia de Cultura de Curitiba procurou dar maior visibilidade à Cultura realizando encontros mensais com palestras, proferidas pelos Acadêmicos ou convidados; realizou a Jornada Internacional Cultural uma parceria com a Fundação Cultural de Curitiba, com apresentações de corais, danças, exposições literárias e de artes plásticas. Sempre valorizando o trabalho dos membros da Academia.
O evento Semana da Cultura é uma parceria com o SESC e Colégios Estaduais, na programação apresentações de shows musicais e diariamente oficinas para os alunos de literatura, de cinema e artes plásticas.

COMENDA “O PENSADOR”
Maria Inês cita ainda que “foi criada a Comenda o Pensador, símbolo da Accur, agraciando Acadêmicos fundadores e honorários. No ano de 2020, devido a pandemia foi realizado um trabalho online e lançado o livro “O Pensador – obras artísticas e literárias”. O livro narra a história da Academia e conta com a participação dos acadêmicos que atuam em vários segmentos, oportunizando o Acadêmico registrar o seu trabalho.”
Maria Inês recebeu inúmeros troféus, homenagens, títulos “Cidadã Honorária de Curitiba e Cidadã Benemérita da Lapa-PR” e comendas, entre elas, a Comenda de Embaixadora da Divine Academia de Cultura Francesa – Paris.

quarta-feira, 17 de março de 2021

Sobre o "Zé Gotinha"

 

Entre todos os trabalhos do Borges que já citei: Siate, combate ao fumo, criação de hemocentros para o controle de sangue, liberação de dietéticos, novos hospitais estilo Sara Kubitschek ficou conhecido como o ministro Zé Gotinha que erradicou a pólio. Teve a ideia de criar um concurso para a imagem e incentivar a criança para receber a vacina. Foi homenageado, condecorado em Brasília por essa ação pelo então ministro José Serra.

Confira a matéria abaixo:

https://tribunapr.uol.com.br/noticias/curitiba-regiao/simbolo-de-saude-e-alvo-de-montagem-duvidosa-ze-gotinha-foi-criado-por-um-paranaense-politizaram/?fbclid=IwAR2UJCxhqBBqBK3J6DrYc4PpPq7c_wOW5QpQqc48mKNlD16mVYRlMMq7YE8

quarta-feira, 10 de março de 2021

Homenagem do Centro de Letras do Paraná referente ao "Dia da Mulher"

Muito emocionada e grata por ser homenageada como Presidente da ACCUR alusivo ao Dia Internacional da Mulher, pelo Presidente Ney Azevedo - Centro de Letras do Paraná juntamente com outras Mulheres que estão à frente de Entidades Culturais.

Durante a Live em homenagem às Mulheres das Letras, o Centro de Letras do Paraná destacou a liderança de nove mulheres associados que estão na direção de nove outras entidades:
- Chloris Casagrande Justen (Centro Paranaense Feminino de Cultura)
- Andréa Motta (União Brasileira de Trovadores Seções Paraná e Curitiba)
- Anita Zippin (Academia de Letras José do Alencar)
- Cassia Cassitas (Academia Feminina de Letras do Paraná)
- Lilia Souza (Academia Paranaense da Poesia)
- Maria Inês Borges da Silveira ( Academia de Cultura de Curitiba)
- Maria Teresa Marins Freire ( Associação das Jornalistas Escritoras - Paraná)
- Valéria Borges da Silveira (Associação Literária Lapeana)
- Vânia Ennes ( Ordem do Sapo)

segunda-feira, 8 de março de 2021

CHEGOU A VEZ DELE!

 

No Paraná foi vacinado o Ministro Borges da Silveira conhecido como o Ministro do Zé Gotinha.
Pois, na sua gestão foi criada a imagem do Zé Gotinha que erradicou a Pólio no Brasil.
Entre várias ações de trabalho realizadas na gestão Borges da Silveira cito algumas:
Criação de novos hemocentros, exigindo o controle nas transfusões de sangue, liberação dos dietéticos para o controle da diabetes e da obesidade;
Criação do SIATE uma parceria com o Corpo de Bombeiros;
Combate ao fumo exigindo nos veículos de comunicação a frase o Ministério da Saúde adverte “O fumo é prejudicial à saúde”;
Criação de outros hospitais estilo Sara Kubitschek para pessoas com deficiência no aparelho locomotor, entre outras ações.

Feliz Dia Internacional da Mulher