Estilo CAMP

CAMP
Novo termo esta sendo usado para looks glamorosos e bastantes extravagantes apreciados por celebridades.
O termo no momento escolhido foi a palavra: CAMP. Para entender essa corrente estética é preciso compreender o que é considerado natural pela maioria. O oposto da naturalidade ou o que é aceitável é, na pratica, a base do CAMP que potencializa a imagem extravagante.
Seria também usada a palavra fashionistas que também opta por uma aparência chamativa, diferenciada, para alguns glamorosos e para outros acostumados a sobriedade espalhafatosos.

Já existiam algumas personalidades mundiais com esse perfil, usando acessórios totalmente diferentes, citaria Oscar Wilde período de 1954 a 1900. O francês Luiz XIV de 1638 a 1715 – Rei Sol que foi Camp com muito luxo e extravagancia.
Nas principais grifes temos a GUCCI sobre regência de Alessandro Micheli e Cavalli nas tendências da moda com cores, transparências, babados, taxas e brilhos tudo junto na mesma peça, um Camp pronto para consumo
Como diz Pedro Diniz ¨Desvirtuar o consenso de beleza e também subverter os estereótipos de sexualidade na autoimagem é o mantra do modo Camp de agir, vestir e viver”.
O estilo Camp passeia por vários tipos de manifestações que ocorreram no mundo como: ativistas, drags queens dos anos 60, arte pop e rock.
Um exemplo de estilo Camp e o canto inglês Elton John com roupas coloridas e chamativas.


O fast fashion atual já reproduz essa corrente. O paetê é um exemplo de antes usado só a noite e em festas, hoje esta em vários acessórios, como moletons, sapatos e tênis.
Dica para ter o estilo Camp precisa de muita personalidade e segurança para assumir a excentricidade.