SANDÁLIAS BIRKENSTOCK NO BRASIL



 A sandália de origem Alemã manteve seu design inconfundível através das décadas.
Os primeiros registros como sapateiros da Família Birkenstock datam de 1774, na Alemanha. A sandália foi criada por Joham Adam Birkenstock . E, em 1896 o seu neto Konrad criou o solado de cortiça característica da peça. E, em 1917 veio a palmilha que fez as sandálias Birkenstock ficarem confortáveis, ajustando os dedos dos pés e estimulando a postura saudável.

A maioria de pessoas que prezam o vestir despretensioso, despojado, confortável, aderiram as sandálias.
Em 1990, o estilista Helmut Lang apresentou na semana da moda em Nova York um desfile onde modelos vestiam looks minimalistas e calçavam versão inspiradas na Birkenstock. Também nessa época o movimento Grunge com seu visual relaxado contribuiu para o sucesso da sandália. Assim nesse período a empresa atingiu o auge das venda.
Em 1963, foi criado o modelo Madrid e nos anos 2011-2012, grifes como a Francesa Celine e a carioca Osklen lançaram releituras da marca.

Hoje é uma peça presente no guarda roupa de qualquer fashionista por ser descomplicada e pontuando em produções street style.
Com a expansão mundial da marca ela chegou no Brasil onde firmou parcerias com grifes como A. Niemeyer e Salina, e Farm.

Com diversas opções e inúmeras cores, em couro camurça e até EVA (tingidas em cores marcantes), tornando-se a tradução do  Cool contemporâneo .
O calçado alemão tem design único e de tempos em tempos aparece com uma nova roupagem, mantendo sempre altíssima qualidade.
Tecnologia moderna com conforto e estilo.

Por Maria Inês Borges da Silveira, Consultora de Etiqueta Corporativa Internacional e Marketing Pessoal