segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Lançamento do livro "Cada Conto um Ponto"

Lançamento do livro "Cada Conto um Ponto", no Theatro São João - Lapa-PR. Na abertura a apresentação da Camerata de Curitiba.

O Casal Julio e Yana Algeri, o Casal Coronel do 15GAP Teixera e Danielle e casal Luiz Carlos e Maria Inês Borges da Silveira

Com Laura Ines Borges Da Silveira Lira e Yana Algeri.

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Elegância masculina - GRAVATA


A gravata é o acessório que atrai a atenção, ela pode ser poderosa em termos de imagem profissional. É o símbolo da elegância masculina. Quer seja por questão de moda, personalidade, estilo moderno ou clássico, ela deve ser sempre muito bem escolhida compondo em harmonia com o terno.

A origem está ligada a um tipo “foulard¨, para indicação de cargos, eram usados pelos soldados mercenários croatas em 1635, durante a guerra com franceses e suecos. A expressão “croates” como chamados os soldados, deu origem a palavra gravata.

Os franceses já usavam uma tira no pescoço chamada “plastron” e assim a moda foi lançada.

Quando adquirir uma gravata opte por uma 100% de seda, são mais resistentes especialmente em termo das cores e nas lavagens a seco.


A moda masculina passa por mudanças menos radicais. Na opção do clássico, padronagens discretas, poucas cores não há como errar.



A gravata combina com camisas de manga longa e deve terminar logo ao meio ou ao fim da fivela do cinto da calça.

Na dúvida na hora de escolher uma para uma entrevista de trabalho, almoço ou jantar de negócios opte pela clássica, tradicional e discreta.

Existem vários tipos de nós de gravatas, os mais conhecidos são: O nó americano ou four-in-hand mais simples; o nó semi - Windsor nó médio triangular; o nó Windsor ou inglês, triangulo largo mais formal e combina com colarinhos mais abertos.


Gravatas como usá-las:

Pessoa alto e magro: opte por gravatas com riscas diagonais e nós menores – semi- Windsor

Ombros largos e porte atlético: gravatas mais largas e padrões maiores

Ombros mais estreitos: gravata mais fina

A gravata sempre deve compor com o terno ou costume

O colarinho requer um cuidado especial. Ha um estilo certo para cada tipi físico. Lembrar que o colarinho, a camisa e a gravata emolduram o rosto.

Podem-se usar todos os tipos de colarinho, no entanto uns favorecem o visual, por adequar-se com seu tipo físico e formato do rosto.

Existe basicamente 4 tipos de colarinhos:

Francês - básico e o mais usado (nem tão pontudo e nem tão aberto), combina com os rostos comprido e fino

Italiano – ponta aberta e curto, normalmente combinam com o rosto formato oval o indicado para nós de gravatas mais volumosos

Inglês – pontudos e mais longos, equilibra nos rostos redondos, mais cheios, pescoço e rosto largo

Americano – colarinho com botões são informais normalmente não se usa gravata ou gravatas mais frouxas

Os alfinetes que algumas vezes prendem o colarinho ajudam a introduzir um elemento horizontal. Indicados para pessoas rosto compridos e pescoço fino

Colarinhos arredondados são poucos usados e ficam bem para pessoas magras e de pescoço longo

O ideal é que o colarinho fique ajustado no pescoço permitindo que se passe o dedo indicador entre a pele e o tecido

Colarinhos mais baixos ficam bem para pessoas de pescoços curtos e os colarinhos mais altos para pessoas de pescoço comprido.

Barbatanas ajudam para uma composição correta

Para o rosto oval pode se usar qualquer tipo de colarinho

Jamais use colarinhos puídos, põem para baixo toda a sua elegância.

Dica: Lembrar que elegância exige reflexão, não compre por impulso.

 Por Maria Inês Borges da Silveira, Consultora de Etiqueta Corporativa Internacional e Marketing Pessoal



sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Jeans, como não usá-los...

Os trajes transmitem organização, confiança, refletem a personalidade e influenciam nos contratos profissionais.
A roupa é o elemento que revela no primeiro momento se você está integrada no seu círculo profissional. Foi criado em 1873 por Levi Strauss como uniforme para mineiros.
Logo em seguida foi usado para uniforme de trabalhadores rurais e frentistas de postos de gasolina. Mais tarde, a jardineira jeans com bolso foi uniforme de operários. Hoje o jeans para muitos é roupa prática e duradoura, para fins de semana, viagens, passeios e para o dia-a-dia em ambientes descontraídos. Devido ser uma roupa pratica e funcional, revolucionou a moda e o jeito de vestir. Foi popularizado pelos atores James Dean, Marilyn Monroe e Marlon Brando. Nos anos 50, as calças capri, com barras na altura do tornozelo viraram hit pois foi usado pela princesa Grace Keli, em férias em balneário italiano. E em 1956 Brigitte Bardot, imortalizou o vestido jeans estilo chemesier no filme “ Deus criou a mulher”

O clássico é a jeans básico sem lavagem (blue jeans) que vem evoluindo na modelagem, nas cores, resinados, com aspecto brilhante, cintura baixa e cintura alta. Virou para muitos um coringa.

Devem ser usados com muito bom senso e lembrarmos sempre que é uma peça do gênero esporte.

Para usá-los no trabalho, primeiro observe onde trabalha e se o ambiente é informal. 


 
 roupa deve combinar com a personalidade e estilo da empresa. Adquira jeans de bom corte e que lhe caia bem, valorizando seu corpo. Modelos variam com as tendências da moda mas o clássico, o básico, o reto, combinam com quase tudo e é mais perene. Fica bem com blaizer, regatas, blusas, camisas e compõem também com camisas de seda. 

Caso seja adepta e goste de usá-los a noite em encontros informais, casuais, countryes, happy hour com amigos, valorize-o com acessórios atraentes.

Recentemente a atriz Catie Holmes difundiu a tendência do jeans “boyfriend”, ou calça namorado, modelo bem folgado com barra dobrada.

Lembre-se que o jeans esta fora do tapete vermelho do Oscar do black tie, é uma roupa informal.

Para alongar a silhueta peças sem lavagem, clássicos, retos, cinturados ou cintura alta. 


 



Pode-se usar jeans com jeans, saiba coordenar as peças num look chique, outro highlight da temporada, formula muito usada com lavagens diferentes. Um look total blue denin 

Que cores?

Azul escuro, marinho, preto, azul celeste e até branco, muito usado no verão “ white jeans” versão da sarja branca que compõe bem com regatas ou malhas. Lembre-se para quem trabalha nos segmentos comerciais, jurídicos, financeiros ou é um profissional liberal, a roupa ainda conserva certa formalidade, procure evitar o jeans. 

Seu estilo é a mensagem que você passa para as pessoas e o mundo. Como diria o rei da alta costura Yves Saint Laurent “ Gostaria de ter inventado o blue jeans, é a peça de roupa mais espetacular, pratico, casual e despretensioso. Ele consegue ter ao mesmo tempo, personalidade, modéstia, sex appeel e simplicidade. Tudo que procuro colocar em minhas roupas.”

Na atualidade produtos com o denim são usados para diversas modelagens, como vestidos, bermudas, saias, regatas, com diversas cores e lavagens.

Evite:
· Os que não combinam com seu tipo físico;

· Os espalhafatosos, exagerados, os fluorecentes ou coloridos demais, cuidado, podem durar apenas uma temporada.

Aposte:
· Os que enriquecem o seu visual (seja da marca que for)

· Os clássicos e discretos, que duram por mais tempo.
Por Maria Inês Borges da Silveira, Consultora de Etiqueta Corporativa Internacional e Marketing Pessoal


sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Convite IHCL

Convidamos para a entrega da "Comenda Tropeiro"
A Comenda Tropeiro é entregue anualmente a uma personalidade não nascida na Lapa, mas que contribui para o desenvolvimento Lapeano.
Data: 14/08/2016
Hora: 10:30hs
Local: Theatro São João, Lapa-PR