ETIQUETA CORPORATIVA – VIRTUAL




Algumas regras são importantes para o uso de celulares, notebooks, tabletes e etc...
As pesquisas apontam  que “UM EM CADA CINCO ADULTOS” admitem o mau comportamento no uso de seus dispositivos moveis,  73% das pessoas fazem do seu carro extensão de escritório e usam seus dispositivos moveis enquanto dirigem, também nos cinemas ou em encontros sociais,  65% falam alto em lugares públicos (elevadores, corredores e ruas), e 28% manejam o equipamento enquanto caminham.
O bom comportamento, as boas maneiras devem ser seguidas e observadas para um bom relacionamento na rede seja por e-mail ou em comunidades como orkut, facebook ou micro blogs, como twitter.
No mundo digital tudo muda constantemente e rapidamente e muitos não sabem usar esses meios com educação, etiqueta  e respeito. Atropelam informações e não mantem a cordialidade diminuindo as saudações e despedidas.
Outro comportamento inadequado são conversas nos celulares ou rádio com áudio- invadindo “o espaço público”.
Todo cuidado no uso dos dispositivos moveis  em banheiros públicos  e elevadores .
O uso já é proibido em bancos, aviões e postos de gasolina.
  • Dicas adequadas à etiqueta corporativa no uso de e-mails ou mensagens
  •  Nem todos gostam de assuntos polêmicos, piadas e correntes. Pense muito bem antes de enviar.
  •  Ao receber uma mensagem, responda assim que puder
  •  Preencha sempre o campo “assunto”, ele determina o interesse da leitura
  •  Evite arquivos anexos muitos não leem. Só envie quando solicitado
  •  Seja objetivo, claro e fixe no assunto principal
  •  Se no corpo da mensagem estiverem reproduzindo outras respostas daquela troca de mensagem apague o que for desnecessário
  •  Não interrompa a mensagem com outro assunto isso atrapalha na resposta
  •  Quando você esta distante do computador mude seu status para “ausente” assim a pessoa não fica esperando sua resposta
  •  Evite abusar dos dispositivos moveis atrapalhando sua vida familiar e social. É deselegante estar numa solenidade, numa festa, num casamento usando permanentemente o seu dispositivo móvel deixando de compartilhar com os amigos o momento.


CRIANÇAS NA REDE

  •  Existe tempo de estudar, tempo de brincar e até de escolher o que fazer.
  •  O adulto deve orientar e estabelecer limites para as crianças.
  •  Os pais precisam saber o que a criança faz no computador, no celular e vigiar o conteúdo e também com quem os filhos falam.
  •  Os pais devem ter as senhas de crianças menores explicando que monitorar sozinho um site é uma questão de responsabilidade e uma conquista que vem com a idade.
  •  As crianças têm de estabelecer o que é real, irreal ou virtual
  •  Apesar que no mundo cada vez mais tecnológico onde as novidades, as informações nos permitem estar em todos os lugares mais distantes do mundo de uma maneira rápida estimula a curiosidade não só para as crianças como para os adultos
  •  Os pais tem que lembrar que a educação e feita de exemplos, eles devem ser os primeiros a respeitarem e saberem usar seus dispositivos moveis evitando ao volante, nas refeições, nos cinemas, nos teatros e etc...
  •  É bom estipular um tempo para o uso do computador para estudo e para brincadeiras evitando que a criança permaneça por muito tempo em frente do aparelho

NETIQUETA - união das palavras “ net” rede em inglês e “etiqueta”, surgiu na década de 90 quando a internet comercial se popularizou no Brasil. 
Regras de conduta e orientação aos usuários para uma convivência saudável e eficiente no mundo virtual Dicas:
  •  Envie só o que interessa e que você precisa saber, jamais comente alguma coisa que o comprometa
  •  Adote o comportamento como se estivesse pessoalmente com a pessoa
  •  Respeite o tempo e a conexão dos outros e indelicado enviar textos para pessoas que não precisam daquela informação
  • Você é julgado pela qualidade do que escreve, escrever de modo compreensivo, claro e com gramática e ortografia correta. Passe uma boa imagem – online
  •  Respeite a privacidade dos outros
  •  Perdoe erros e seja gentil. Se achar que deve corrigir não o faça publicamente
  •  Não entre em discussões inflamadas muitas vezes provocam reações hostis
  Por Maria Inês Borges da Silveira, Consultora de Etiqueta Corporativa Internacional e Marketing Pessoal