Entrega da Medalha M.M.D.C.

Dr Luiz Carlos,  Maria Ines e  Valéria Borges da Silveira junto ao Coronel Teixeira do 15º GACAP e esposa Daniele.
Em solenidade no dia 18 de fevereiro, no Teatro São João da Lapa-PR, alusivo a comemoração do " Cerco da Lapa", foram agraciados com a " Comenda e Medalha M.M.D.C" criada com o fim de galardoar pessoas que por méritos e serviços prestados contribuem com a comunidade.
Entre os agraciados,
Valéria Borges da Silveira, Maria Ines Pierin Borges da Silveira e Luiz Carlos Borges da Silveira, que receberam a condecoração do General Lancia e Ten. Coronel Teixeira. Após o evento aconteceu um desfile Cívico Militar em frente ao Panteon dos Heróis."

significado da medalha:

"A Medalha “MMDC”, foi criada com o fim de galardoar pessoas físicas ou jurídicas, nacionais ou estrangeiras, que por seus méritos e serviços relevantes prestados à São Paulo e ao culto da Revolução Constitucionalista de 1932, se tenham tornado pessoas dignas de especial distinção. 
O nobre significado da sigla “MMDC”, deve-se às iniciais dos nomes dos quatro estudantes, Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo, que reivindicando para o povo brasileiro uma Constituição que visasse um Estado Democrático de Direito, no dia 23 de maio de 1932 na Pça da República – SP, acabaram por serem baleados por parte do governo ditatorial e faleceram. O sangue destes quatro heróis, culminou na guerra denominada “Revolução Constitucionalista de 32” e trouxe bons reflexos à toda nação, pois em data subseqüente (1934) o Governo promulgou uma Carta Constitucional assegurando direitos e garantias individuais a todos os brasileiros. 
A Lei Fed. nº 12.430, de 20 de junho de 2011 inscreveu os nomes dos heróis paulistas da Revolução Constitucionalista de 1932: Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo (MMDC), no Livro dos Heróis da Pátria. 
A Medalha “MMDC”, é portanto uma Comenda Emérita definitiva, pois perpetuará a gratidão e o reconhecimento, para todo o sempre, dos que cumpriram esta jornada cívica para com aqueles que, hoje e no futuro, continuarem abraçando os mesmos ideais de democracia, liberdade e amor à legalidade pelos quais se bateram os heróis e Veteranos de 32."
Abaixo fotos do evento: 
 Valéria e Maria Ines Borges da Silveira com a bisneta do General Carneiro Sra Marly dos Reis Bizeto
 Família Borges da Silveira com o Coronel do CindactaII Cel. Wolnei  e esposa Maria Juliana.
 Familia Borges da Silveira com o General Lancia

Sua imagem em festas na empresa



 
Lembrar sempre que o ambiente de festa corporativa requer uma imagem profissional, por essa razão, primor no comportamento e no visual.

Nas empresas  é bastante comum reunir colaboradores e funcionários para festejar ou comemorar conquistas ou datas especiais.

É primordial que a conduta, o comportamento, seja perfeito e não comprometa sua imagem.

Muitas vezes estamos sendo observados, por isso consolide a imagem profissional que demonstra no dia a dia.

Algumas dicas:

  • Participe, compartilhe e celebre, sem exceder em comidas ou bebidas.

  • A primeira impressão é a que fica. A roupa escolhida pelas mulheres deve ser discreta evitando, por exemplo, grandes decotes, saias muito curtas ou justas. A roupa é uma continuidade da nossa essência. 
  • O traje para homem é menos complicado. Evite bermudas, chinelos, roupas justas demais e camisetas. Observe o estilo da festa e o que se encaixa na composição da sua imagem.
 
  • Somos o que vestimos. Observe o traje estabelecido no convite e a hora do evento.

  • Respeite o horário de início e término. Não seja o último a sair.

  • Quando optarem por fazer “amigo secreto” siga as normas estabelecidas de valor. Evite presentes que dê motivos para brincadeiras ou gozação, valorize seu colega. 
 
Aproveite para compartilhar e confraternizar o momento abordando assuntos leves, deixe questões de trabalho para outra hora.
Seguindo estas dicas preciosas você poderá aproveitar as festas da sua empresa com tranquilidade e sem constrangimentos depois.

Saiba mais participando de um dos meus cursos de etiqueta corporativa e social.