Saiba usar corretamente os perfumes no verão


Dicas que podem ajudar e tirar maior proveito na hora da compra.


Experimente sempre os perfumes que deseja comprar. Nem sempre aquele que você aprecia na amiga, ou o aroma do perfume no papel de prova da loja, ficara bom em você. Tudo depende do tipo de pele, da sua alimentação, que por certo vão influir e alterar o odor natural.

O perfume se modifica durante o dia. O cheirinho na hora que borrifa, duram apenas uns 30 minutos, após duas horas que o perfume apresenta o cheiro de verdade.


Tem fragrâncias que fixam mais, normalmente as que apresentam no frasco as palavras “ intense ou absolut”, sugerem que a fragrância é mais pesada e tende a durar.

As expressões verão, fresh e light indicam perfumes voláteis.


Outra dica é hidratar a pele com creme neutro ou da mesma linha do perfume antes de usa-lo, isso ajuda a segurar o odor mais tempo.

Espalhe sem esfregar nas áreas de maior circulação sanguínea, atrás da orelha, punhos e áreas que dobram.


Alguns exemplos de perfumes florais:  La Vie Belle, L’eau de Toilett Lancome, Lumieré Rose, Parfum-gréss, Carven L’au de Toilett Carven, para eles: Narciso Rodrigues For Hair.


Algumas fragrâncias marcantes com aromas suntuosos e sofisticados, mas também adequadads ao calor:

Manifesto L’ Eclat – Ives Saint Laurent, J'adore L’or Dior, Terracota Le Parfum Guerlain.

Aproveite e use um bom perfume e saia cheirosa também no verão.


Boas Festas


Há mais, muito mais, para o Natal do que luz de vela e alegria. 
É o espírito da doce amizade que brilha todo o ano. 
É consideração e bondade, é a esperança renascida novamente, para paz, para entendimento, e para benevolência dos homens. 
Lembrando que melhor do que todos os presentes por baixo da árvore de Natal é a presença de uma família feliz.
Que a mensagem de fé e esperança do Natal renove nossas forças para continuar lutando no Ano Novo que se aproxima! 
Boas festas!
Maria Inês Pierin Borges da Silveira


Estilo

Alguns mandamentos da moda...
·         Não use tudo certinho, combine descombinando, sempre em harmonia. Prefira tonalidades claras para o dia e cores mais sóbrias para a noite.




 
·         Cores escuras camuflam e enxugam medidas, as claras aumentam e evidenciam curvas.

·         Não economize no sapato, ele é a peça que dá o toque de elegância.

·         Invista num guarda-roupa de base clássica e aposte em detalhes e acessórios.


·         Quebre a monotonia. Para homens ouse num lenço de seda de cor viva no bolso do paletó, lembrando que deve ser diferente da cor da gravata.


·         Não há nada de mais mau gosto que pessoas que ostentam grife. A elegância está na discrição e simplicidade, sem opulência.

·         Nos sapatos opte por cores clássicas, aposte no preto e castor.


·         Cuidado ao tingir cabelos, observe o tom, pode ficar pior e mais feio que o natural.


·         Aposte em slippers, combine com vestidinhos florais ou calças de seda. Christian Louboutin apostou na peça para homens e mulheres.
 
 
 

Para homens:

·         Quando vestir calça comprida, use meias ¾, para que a perna não apareça ao se sentar.


·         Meias brancas só com tênis.
 
 
Siga estas dicas e você terá total segurança quanto a estar bem vestido. Saiba mais
fazendo um dos meus cursos de etiqueta e estilo.
 

Premiados durante o 8º Festival de Cinema da Lapa

Após cinco dias cheio de emoções o 8º Festival de Cinema da Lapa selecionou os vencedores da Mostra Competitiva. O júri foi composto pela diretora e roteirista Juliana Sanson, pelo diretor, roteirista e produtor Luigi de Franceschi e pelo artista visual e poeta Luiz Arthur Montes Ribeiro.
  • Melhor som Rodrigo Janiszewski por Cormorant
  • Melhor trilha sonora Xenon Pinheiro por Travessias
  • Melhor direção de arte Kiti Duarte por Muitos Homens Num Só
  • Melhor fotografia Ivanir Pereira da Silva por Cormorant
  • Melhor montagem Sérgio Mekler por Muitos Homens Num Só
  • Melhor roteiro Jorge Durán por Romance Policial
  • Melhor ator coadjuvante Rodrigo Ferrarini por Travessias
  • Melhor atriz coadjuvante Isadora Ribeiro por Travessias
  • Melhor ator Daniel de Oliveira por Romance Policial
  • Melhor atriz (dividido) Alice Braga por Muitos Homens Num Só e Luciana Longhi por Cormorant
  • Melhor diretor Jorge Durán por Romance Policial
  • Prêmio especial do júri Cormorant
  • Melhor filme pelo júri oficial Muitos Homens Num Só
O júri atribuiu por unanimidade uma menção honrosa para Salete Machado, pela capacidade de unir artística e politicamente o cinema do Paraná.
Abaixo algumas fotos do evento:








 Abaixo slide com fotos do 8º Festival de Cinema da Lapa


8º Festival de Cinema da Lapa - informações

Entre os dias 17 e 21 de novembro, será realizado o aguardado 8º Festival de Cinema da Lapa, na histórica cidade paranaense localizada na região metropolitana de Curitiba, é promovido pelo Instituto Histórico e Cultural da Lapa e pelo Instituto Borges da Silveira, através do Ministério da Cultura. O evento é o mais tradicional festival de cinema do estado do Paraná, e reúne anualmente grandes referências do cenário audiovisual do país. O Festival chega em sua oitava edição modernizado, já que além de exibir mais de cinquenta filmes gratuitamente, vai realizar a 2º Mostra Portátil, que premiará vídeos criados a partir de dispositivos celulares.  A promoção é realizada pela RICTV e vai distribuir prêmios em dinheiro para os três primeiros colocados. Para saber mais do regulamento e de como enviar o vídeo, acesse www.rimais.com.br/promocoes.

A Tenda Alameda, grandiosa estrutura climatizada, armada no centro da cidade histórica mais bem preservada do Paraná, e o histórico Theatro São João, são os espaços concebidos para receber as nove mostras compostas por longas, médias e curtas-metragens de ficção, documentários e filmes infantis do Festival, durante os cinco dias do evento. O grande destaque entre elas é a Mostra Competitiva, que vai premiar em 13 categorias, dentre elas Melhor Ator, Melhor Atriz e Melhor Filme, os filmes “Romance Policial” (dia 18, às 20h), de Jorge Durán;  “Travessias” (dia 19, às 20h), de Salete Machado “Muitos Homens Num Só” (dia 20, às 20h), de Mini Kerti e “Cormorant” (dia 21, às 18h), de Beto Carminatti. “Estamos preparando mais uma grande festa do cinema no Estado do Paraná. O Festival de Cinema da Lapa 2015 terá um alto nível, consolidando sua importância no cenário brasileiro. A Mostra Competitiva, por exemplo, é composta por longas de destaque no circuito de festivais e uma estreia nacional”, detalha Maria Inês Borges da Silveira, presidente do Instituto Histórico e Cultural da Lapa. (Conheça as Mostras)

Outro grande destaque do festival ficará por conta da Mostra Curtas Paranaenses, que vai exibir diariamente filmes premiados e selecionados em festivais no Brasil e no exterior, abrindo a Mostra Competitiva. Entre eles, "Paixão Nacional", de Jandir Santin que recentemente recebeu o prêmio de melhor filme em festival na Austrália e o documentário de Gil Baroni "Ciclo 7x1", eleito um dos favoritos do público no Festival Internacional de São Paulo. Gil Baroni é um dos proprietários da WG7BR, produtora homenageada este ano pela qualidade e importância de seus trabalhos audiovisuais.

O Festival abre na noite de terça-feira (17), com uma sessão especial de filmes dirigidos por cineastas lapeanos, integrada pelos curtas "Renascer" de Leandro Cordeiro, selecionado para festivais na Espanha, Venezuela e Índia, e "Tereza", de Maurício Baggio, que será exibido no festival de Mar del Plata na Argentina e já venceu dois festivais nacionais. "Este ano é um momento de consolidação do evento ao exibir em sua noite de abertura filmes de diretores que realizaram as oficinas de formação do festival e hoje competem em mostras internacionais de cinema", comenta a professora doutora Solange Stecz,  coordenadora do Projeto Oficine (saiba mais), que organiza oficinas de prática de realização cinematográfica junto à comunidade da Lapa. Este ano o grupo orientou a produção do  documentário “Além da Agricultura", realizado pelos alunos do Colégio Estadual Do Campo Prof. Pedro José Puchalski, na comunidade de Serrinha, no município de Contenda. "O filme terá sua estreia na noite de abertura do festival e deve concluir a oficina de 2015 em grande estilo, com a subida dos alunos ao palco para apresentar o filme", diz Priscila Pacheco, uma das facilitadoras do projeto, que iniciou sua atividade no início de outubro.

A programação de sexta-feira, dia 20,  também merece um grande destaque com a Sessão Especial "Dia da Consciência Negra: Exibição da Congada da Lapa" ,de Vladimir Kozák, e a Sessão da Meia NoiteApresentado pela antropóloga Maria Fernanda Maranhão, do Museu Paranaense, a cujo acervo pertence, o filme da Congada da Lapa produzido por Vladimir Kozák em 1951 é o registro cinematográfico mais antigo de uma manifestação da cultura popular de matriz afro-brasileira no Paraná. Este trabalho foi realizado para  pesquisa do antropólogo José Loureiro Fernandes e registrou ao longo de 50 minutos de filmagem colorida, as diversas etapas do auto da Congada. A palestrante vai falar sobre o filme e o trabalho de Kozák, além de promover uma exibição comentada da obra,  originalmente rodada sem som. O evento integra a programação elaborada pelo Museu da Imagem e do Som do Paraná para o Mês  da Consciência Negra, evento promovido pela Secretaria de Estado da Cultura.  Na madrugada da mesma noite, de sexta (20) para sábado (21), o Festival vai promover a Sessão da Meia Noite, com uma inédita exibição de filmes de terror. Farão parte da mostra, que tem classificação indicativa 18 anos, os filmes "Tarântula", de Aly Muritiba e Marja Calafanje, curta paranaense selecionado para o Festival de Veneza, e  o longa-metragem "Condado Macabro", de Marcos DeBrito e André de Campos Mello, vencedor do prêmio de Melhor Filme no  Fantaspoa - Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre.

Todos os anos, o evento  premia com um Troféu Tropeiro especial artistas paranaenses ou com ligações com o Paraná. A homenageada deste ano, que sobe ao palco na quinta-feira (19) às 20h, é a célebre atriz Nicette Bruno, a Izabelita de "I Love Paraisópolis". Uma das mais consagradas e premiadas atrizes da televisão e do teatro brasileiro, Nicette residiu em Curitiba no início dos anos 1960, e desenvolveu importantes atividades junto ao Teatro Guaíra.  Nesta edição do festival, recebem um Diploma de Mérito pela sua contribuição ao cinema paranaense o educador e cineasta Nélio Spréa, que possui trabalhos programados na Mostra Infantil, o cineastaEstevan Silveira, que se notabilizou pelos filmes adaptados de obras de Dalton Trevisan, e a Moro Filmes, produtora de cinema com 15 anos de mercado, que realiza um importante trabalho como distribuidora de conteúdo audiovisual paranaense.


Além disso, durante o Festival de Cinema da Lapa acontecem 4 eventos paralelos. 

O "1º Seminário Municipal de Educação: A Lei 13.006" realizado em parceria entre Instituto Histórico e Cultural da Lapa, Unespar, GPCine - Linha de Pesquisa Cinema e Educação e Secretaria Municipal de Cultura. O evento pretende levantar questões para a regulamentação da Lei 13.006 que obriga as escolas do país a exibir filmes brasileiros como atividades obrigatórias nas escolas. O evento é exclusivo aos profissionais de educação da região que devem procurar a Secretaria de Educação da Lapa para mais informações. Telefones: (41) 3547-5026/ 3547-5019 e-mail: educalapa@yahoo.com.br (Saiba Mais)

A exposição de óleo sobre tela "Paisagens Lapeanas" de Di Magalhães retrata a bela história da Lapa com sua arquitetura, seus encantos. Os principais pontos turísticos terão suas imagens na exposição.  (Saiba Mais)
A Casa Lacerda importante registro da história lapeana,  a antiga Casa de  Câmara e Cadeia, a igreja de Igreja de Santo Antonio na Praça General Carneiro com sua imponente fachada,  a Casa da Memória conhecida como Casa dos Cavalinhos. A abertura da exposição antecede a Noite de Abertura e acontece às 18h30 de terça (17) na Pousada Tropeira na  Av. Dr. Manoel Pedro, 2069. 

Feira da Agricultura Familiar, tradicional feira de alimentos da cidade, já chega a 4 mil pessoas nas quartas-feiras de novena, na catedral da Praça General Carneiro. A Feira é uma boa oportunidade para comprar diversos produtos frescos fabricados pelos produtores das agroindústrias familiares do município da Lapa. Os destaques são conservas, geléias, compotas, doces e bolos caseiros.

18/11 quarta - 08:00 as 19:00 Praça General Carneiro
21/11 sábado - 07:00 as 12:00- Alameda David Carneiro  
Informações: (41) 3547-5049 - Departamento de segurança alimentar - Prefeitura Municipal da Lapa.

Lançamento do livro "A Construção do Poético no Roteiro Cinematográfico" de Ana Johann. Este estudo apresenta os caminhos percorridos pela roteirista/autora, em busca de um maior entendimento sobre algumas particularidades da escrita do roteiro. Ana é roteirista, cineasta e professora, tem Especialização em Documentário pela Universidade de Barcelona e é Mestre em Comunicação e Linguagens pela Universidade Tuiuti do Paraná. Dirigiu e roteirizou quatro filmes. "Um Filme para Dirceu" (2012), seu primeiro longa-metragem, recebeu o Prêmio Especial de Júri no "45° Festival de Brasília de Cinema Brasileiro”.

21/11 sábado - 15:00 - Theatro São João.

Veja toda a programação no site do evento:

Transporte gratuito para o Festival de Cinema

Faça o seu cadastro no site e venha participar do 8º Festival de Cinema da Lapa. As saídas de Curitiba acontecerão em frente ao Teatro Guaíra. Verifique os horários abaixo. Transporte gratuito

Preencha seu cadastro abaixo:

A praticidade das sapatilhas e como surgiram


Os primeiros sapatinhos confortáveis chamados de sapatilhas, quase invisíveis, eram usados por bailarinas e dançarinas. Eram elaborados com uma dura estrutura para poderem dançar na ponta dos pés e com leveza.

Em Paris, Rose Repetto, fundadora da Companhia Sapatilhas de Ballet Repetto, mãe do bailarino Roland Petit, a pedido de seu filho lança um novo estilo de sapatilha que tornou-se famosa pelo conforto e acabamento.

Sua ascensão
Deu-se quando a atriz francesa Brigite Bardot, que havia feito muitos anos de ballet, pediu a Rose Repetto uma sapatilha que pudesse ser usada o dia todo e também nas ruas. O modelo “Cendrillon” foi criado em 1956 e aí a peça iniciou uma trajetória de sucesso no mundo, sendo usada nos palcos e nas ruas, ganhando também espaço em filmes como “ E Deus Criou A Mulher”, protagonizado pela atriz.

Pouco tempo depois foi usada por Audrey Hepburn no filme “ Cinderela em Paris” (1957)

Aos poucos as sapatilhas foram conquistando espaço e sucesso.

Em seguida, pela leveza e praticidade muitas outras marcas surgiram e se destacaram.
São confeccionadas de diversos materiais, estilos e cores, apresentando uma enorme variedade. Podem ser combinadas com looks sofisticados e modernos. Confortáveis para passeios, ou até mesmo dependendo da confecção, usadas num estilo mais requintado e diferenciado.

 “A sapatilha de bico fino é escolha para os dias que começam frescos e terminam com temperaturas altas. Elas fazem parte das principais coleções e chegam em padronagens étnicas ou animal print, bicolores, listradas, com mix de texturas, metalizadas, etc. As sapatilhas de bico fino alongam a silhueta”
“Sapatilha tem origem na palavra sapato (sapato+ilha =substantivo feminino) que ao longo dos anos tem evoluído com características cada vez mais específicas. Como exemplo temos:
  • Chuteira – quando se trata de futebol;
  • Sapatilha de ciclismo – calçado específico para uso no esperte de ciclismo;
  • Sabrinas – calçado flexível, macio e de sola fina, muitas vezes utilizada na atividade de dança ou ginástica.
  • Sapatilhas de ballet – semelhantes as sabrinas mais com pontas rígidas e fitas para a prática do ballet.
  • Sapatilha de escalada – utilizada por escaladores, possui uma sola de borracha muito aderente, visando maior destreza ao subir em rochas.
  • Sapatilha de artes marciais, como exemplo o kung fu.”

No momento estão nos pés de grandes personalidades como a atriz Angelina Jolie, Kate Middleton, Kate Moss, entre outras.

As sapatilhas Repetto estão em mais de 40 paises.


Sucesso total apresentando praticidade, conforto e elegância.





Jornada Internacional de Cultura ACCUR


Dia 18 de outubro aconteceu a Jornada Internacional de Cultura ACCUR - Academia de Cultura de Curitiba no Memorial de Curitiba.
Com apoio da Fundação Cultural de Curitiba, SESC e AINTEPAR (Associação Inter-Étnica do Paraná)


A primeira Jornada Internacional da Cultura idealizada pela presidente e acadêmica Maria Inês Pierin Borges da Silveira, levou ao palco do Memorial de Curitiba apresentações de Danças de Etnias Folclóricas, com os grupos Polonês, Grego e Italiano em lindo espetáculo de cores, música, dança e alegria, seguindo-se a apresentação de trovadores e poetas, grupos musicais de MPB, coral e Balé.
Balé do Studio de Dança Isabel Pellegrini; o coral Dante Alighieri - Maestro Paulo Kuhn, Apresentação de músicas populares com Karla Marina Dias, musica lírica com Lira Maria; show de viola com Alberty Grand. Espaço para acadêmicos, trovadores, poetas e espaço literário para escritores. Exposição de artistas plásticos. O evento foi um sucesso levando um publico expressivo no espaço memorial de Curitiba






Agende esta data! esta chegando...


50 exibições gratuitas entre Curtas, Documentários, Infantis e filmes da Mostra Portátil gravados com Celular...
Atores de destaque Nacional
Agende esta data!

Convite da ACCUR - Academia de Cultura de Curitiba


Dia 18 de outubro, das 10:00 às 15h30min, JORNADA INTERNACIONAL CULTURAL ACCUR.
Várias atrações!

CHANEL N. 5


PERFUME ETERNIZADO


O perfume Chanel n. 5, atravessou o século 20, como ícone do bom gosto, e se mantem até hoje entre os itens de beleza como objeto mais cobiçado por muitas mulheres.

Em 1920, “Coco Chanel”, pensou em lançar um perfume sofisticado com fragrância diferenciada e única e chamou Ernest Beaux, considerado o melhor perfumista da época e responsável pelos melhores fracos do mercado para elaborar.


Gabrielle Chanel pediu um perfume com “cheiro de mulher”, uma mescla de flores com aromas sensuais e fortes.

Entre dez amostras Coco ou Gabrielle escolheu a 5, dai o nome Chanel nr. 5 que foi lançado em 1921.

A princípio a estilista apresentou e presenteou aos amigos. O perfume virou o aroma oficial das lojas e da marca. Perfume encorpado no qual foi usado para sua composição Jasmim, Rosa de Maio, Baunille, Sândalo e Moléculas de Aldeído.

O poder e o status ganharam força quando em 1953 a atriz Marylon Monroe declarou que tudo que usava para dormir eram algumas gotas de perfume Chanel nr. 5.


Logo o perfume ficou conhecido como “LE MOSTRE” o “Monstro”.

As atrizes Catherine Deneuve e Nikole Kidman foram uma das estrelas das campanhas da fragrância. Hoje, com quase 100 anos de historia e sucesso o frasco foi imortalizado nas coleções do Museu de Arte Moderna de Nova York .

O perfume é símbolo de bom gosto, sofisticação e sinônimo de beleza e luxo.

A MOSTRA NR. 5 ESCOLHIDA QUE COINCIDENTEMENTE O NUMERO DA SORTE DA ESTILISTA. 



BPW- São Paulo - 40 anos

Reuniões e encontros de negócios para fortalecer e impulsionar a mulher no mercado de trabalho, encerrando com a solenidade e homenagens na comemoração dos 40 anos da BPW São Paulo.
Na solenidade reuniu expressivos nomes da BPW Nacionais e Internacionais.


Yasmin Darwich - Presidente Internacional (México), Maria Inês Borges da Silveira - Coordenadora da Comissão da Condição da Mulher da BPW Brasil

Maria Inês Borges da Silveira - Coordenadora da Comissão da Condição da Mulher da BPW Brasil, Lyz Behan - Ex presidente BPW Internacional (USA), Yasmin Darwich - Presidente Internacional (México), Amany Asfour - 1st vice presidente BPWI, Susan Jones - Coordenadora Regional BPWI - Asia Pacifico.

Liz Behan, Maria Inês Borges da Silveira e Márcia Kitz - Presidente da BPW São Paulo

Almoço Empresarial

O Hotel Bourbon foi cenário do almoço empresarial organizado pela Câmara de Comércio Brasil Portugal. Novas parcerias culturais estão em andamento entre Brasil e Portugal, com apoio da Renault e Academia de Cultura de Curitiba. O almoço com cardápio exclusivo aconteceu no dia (02) de setembro.



Importantes parcerias culturais...
Vice-Cônsul Geral de Portugal Dr Rogério Vieira, Vice-Presidente Renault-Alain Tissier, Ex Ministro da Saúde Luiz Carlos Borges da Silveira. Academia de Cultura de Curitiba -ACCUR-presidente Academica Maria Inês Borges da Silveira; Presidente Câmara de Comércio Brasil Portugal Paraná- Academico Antonio Athayde; Vice-Presidente Cultural Câmara De Comércio Brptpr-Academica Gladys Gama França e a anfitriã Rose.

Etiqueta e estilo: Convites de última hora.


O que vestir com um convite de última hora?
Para um fim de semana na praia ou no campo, um aniversário ou apenas um bate-papo em petit comitê com amigos; Ou, um coquetel numa galeria de Arte como também inauguração de loja.
A dica é sempre pensar no básico, descarte roupas chamativas. Caso seja um jantar em restaurante badalado aposte nos acessórios. Um sapato bonito com grande salto, um colar diferenciado, uma joia estilosa, uma carteira de cor vibrante. São truques perfeitos para melhorar e incrementar sua imagem, como também transformar seu preto básico, ou paletó de smoking num visual elegante e certeiro.


Na praia pode explorar o básico menos sóbrio. Cores vibrantes, roupas leves, observando o clima da região. Sapatilhas, sandálias, joias ou bijoux pouco chamativas.
No campo, roupas do gênero esporte ou esporte fino.

Encontros com familiares e informais...
Um bom suéter de gola redonda usada com saia ou calça comprida e um colar comprido fica elegante e sai do tédio. Pode também usar seu jeans com blusa de seda, ou calça alfaiataria com bela camiseta, sempre dá um ar descontraído chic.

Dicas:
  • Jamais ser sem graça;
  • Evite ser desleixada;
  • Aposte nos acessórios, eles fazem a diferença;
  • Não fique de rosto lavado, um brilho nos lábios e uma sombra leve nas pálpebras e um rimel nos cílios levantam o visual.
  • Não caia na armadilha da moda e das tendências. Use o que lhe fica e lhe cai bem, observe sua idade.
Siga estas dicas e tenha muito sucesso. Saiba mais lendo o meu livro " Viver com Elegância Não é Difícil" ou fazendo um dos meus cursos de etiqueta.