Natal




Época de comemorações, presentes, lembranças e encontros.

Devemos lembrar que, nesta data a principal mensagem é reflexão e o resgate de bons sentimentos sempre com a intenção de começar um Novo Ano com paz, Espírito Elevado e Renovado.

A Igreja Católica toma esta data a partir do séc. IV como Aniversário do nascimento de Jesus Cristo. A palavra Natal quer dizer nascimento. E Natal, Noel expressam o mesmo evento. 



É uma festa sem fronteiras que representa o Culto do Nascimento, da ternura e da vida.

Muitos comemoram com almoço ou jantar, com mesa farta e troca de presentes.

Enviar cartões para amigos e familiares nesta data é um gesto de carinho, atenção e amizade. Lembrar de envia-lo no inicio do mês de dezembro, para que chegue antes do dia do Natal, inclusive para que o destinatário tenha tempo de retribuir e agradecer 



Quando o cartão for remetido por empresas, e não tiver assinatura manuscrita, só impressa, é dispensável retribuir.

É de bom tom e elegante retribuir mensagens e cartões para quem nos brinda com atendimento diferenciado por todo o ano.

Também podemos presentear amigos, familiares, parceiros profissionais. Não há uma obrigação, mas sempre uma forma de atenção, delicadeza e consideração. Não há necessidade de algo caro, devemos escolher o valor que esteja dentro do nosso orçamento pessoal. 



Temos que estar atentos e lembrar que no mundo corporativo os presentes são sempre impessoais para evitar mal entendidos; São boas opções livros, quadros, conjunto de lápis e caneta, espátulas de prata, jogos de papeis personalizados para escritório e agendas,

O presente deve demonstrar distinção, bom gosto e classe. O chefe pode ser presenteado pela equipe de trabalho.

Os enfeites muito usados no período de Natal são a arvore Natalina e a guirlanda. 



A arvore de Natal é um dos símbolos mais populares da celebração Natalina. As famílias enfeitam arvores com objetos que simbolizam o Natal. O Pinheiro símbolo da vida por ser uma das poucas arvores que sempre se mantém verde mesmo no inverno. 


Guirlanda, grinaldas, festões e arranjos com folhagens nasceram com a superstição de que heras, pinheiro, azevinho, ofereciam proteção contra as bruxas. Seus ramos eram usados para afugentar a má sorte.

A mandala, um diagrama em circulo, lembra a vida. É um ciclo de nascimentos e mortes, simbolizando a vida eterna e a paz.
A guirlanda é sinal de esperança e vida.

Feliz Natal a todos que compartilham este espaço. Boas Festas, tudo de bom e um grande abraço...

Maria Ines Pierin Borges da Silveira e Família
 

4º dia de Festival - encerramento

29 de novembro de 2014

Iniciou o ultimo dia de Festival com a Mostra AVEC - Diretoras, Filmes realizados por diretoras integrantes da Associação de Video e Cinema do Paraná. Os filmes exibidos foram: "Olhar Contestado" de Fabianne Balvedi; "Coração Magoado" de Juliana Sanson e "Um Olhar Para a Escuridão" de Cristiane Lemos
Logo após Mostra de Documentários do Curso de Cinema Centro Europeu com os filmes: "UM SÓ MUNDO" Direção de Adriana Czelusniak; "JOSÉ DA CRUZ – O SABIÁ" Direção de Bruno Monteiro; "RECORTES DE UMA VIDA" Direção de Leandro Cordeiro e "O LIUTAIO" Direção de Luigi Oliveira
 

No final da tarde houve a entrega da premiação da1ª Mostra Portátil de Cinema com Exibição do Concurso de Curtas de Celular. Divulgação de produções de vídeo amador feito com celular e/ou Câmera Digital, que buscou aproveitar talentos criativos.
Diploma de Mérito
Entrega do Diploma de Mérito para a produtora “O Quadro” pela qualidade do trabalho desenvolvido na área da produção infanto-juvenil.

Mostra Hors Concours - Curtas-metragens paranaenses com o filme "Coração Azul", de Wellington Sari

Na Mostra Competitiva o filme foi " O Menino No Espelho de Direção: Guilherme Fiúza Zenha 


Para encerrar a noite houve a entrega do Diploma de Mérito para as atrizes parananenses Polliana Aleixo e Adriana Birolli ...


Premiação dos filmes que contemplou os seguintes resultados:
O grande vencedor foi o drama de guerra A Estrada 47, que levou nada menos que sete das doze estatuetas oferecidas pelo evento: Trilha Sonora, Montagem, Fotografia, Ator Coadjuvante (Francisco Gaspar), Roteiro (Vicente Ferraz), Direção (também de Vicente Ferraz) e Melhor Filme.

Os demais filmes premiados foram:

Melhor Atriz Coadjuvante: Giovanna Rispoli em O Menino no Espelho.

Melhor Atriz: Regiane Alves em Isolados.

Melhor Ator: Julio Andrade em Não Pare na Pista – A Melhor História de Paulo Coelho.

Melhor Som: Jorge Saldanha em Isolados.

Melhor Direção de Arte: Oswaldo Lioi por O Menino no Espelho.



O coquetel de encerramento foi no restaurante O Casarão com a equipe do Festival de Cinema, atores e convidados.

4ª Dia do Festival de Cinema da Lapa

28 de novembro de 2014

Mostra "O Quadro" – Sessão 2
Filmes da produtora “O Quadro”, que tem se destacado pela qualidade de sua produção diversificada, com ênfase no cinema infanto-juvenil. "Surf surf" de Wellington Sari; "Garota Explosiva" de Evandro Scorsin e "Manu Baunilha, Bia Chocolate" de Evandro Scorsin

Theatro São João
Oficina “A Formação da Cultura Caipira e o sucesso de Mazzaropi”, ministrada pelo crítico Celso Sabadin Parte 2


17h-Sessão Especial – estreia no Paraná
 
 "MAZZAROPI"
Direção: Celso Sabadin
Documentário sobre a vida e a obra de Amácio Mazzaropi, ator, diretor, roteirista e produtor que imortalizou no cinema a figura do caipira brasileiro.

Palco da Praça General Carneiro aconteceu o show Dazantinga - Pop Rock Internacional
 

Theatro São João - Mostra Hors Concours - Curtas-metragens paranaenses com "Filme Vencido", de Beto Carminatti

Mostra Competitiva com o filme "Isolados"



 

3º Dia do Festival de Cinema da Lapa

27 de novembro de 2014

Inicia o terceiro dia do Festival no Theatro São João com a Mostra "O Quadro",Filmes da produtora “O Quadro”, que tem se destacado pela qualidade de sua produção diversificada, com ênfase no cinema infanto-juvenil. Houve a exibição dos filmes: "Garoto Barba" de Christopher Faust; "Memórias do meu Tio" de Alexandre Rafael Garcia e "Meu Amigo Virtual" de Christopher Faust. 
 

Oficina “A Formação da Cultura Caipira e o sucesso de Mazzaropi”, ministrada pelo crítico Celso Sabadin Parte 1


Mostra "Memória Cinefap" Filmes premiados produzidos por alunos do Curso de Cinema e Video da FAP/UNESPAR.
"[colorado esporte cluBE]" de Fábio Allon
"Com as próprias mãos" de Aly Muritiba
"O Muro" de Diego Florentino
"Pastoreio" de Alexandre Garcia, documentário
"Mantegna" de Melo Viana, experimental
"Decisão Real" de André Senna, ficção
"Vó Maria" de Tomás von der Osten
"Monique ao Sol" de Wellington Sari
"Festa no Apartamento da Suzana" de Christopher Faust
"Autoridade" de Danilo Daher


Palco da Praça General Carneiro aconteceu o show com Renatinho Metralhas Beatles Again - Clássicos 60 e 70

Theatro São João - Entrega do Troféu Tropeiro a Guilherme Weber. Um dos atores brasileiros mais importantes da atualidade, o paranaense Guilherme Weber é homenageado pelo Festival por seus vinte anos de carreira no teatro, no cinema e na televisão.


Mostra Hors Concours - Curtas-metragens paranaenses: "68 Passos", de Bic Rafagnin e Rodrigo Forbeck e "Curitiba: a maior e melhor cidade do mundo" de William Biagioli


A Mostra Competitiva foi com a exibição do Filme " Não Pare na Pista - A Melhor História de Paulo Coelho"


O Jantar foi no Restaurante Expedito.


2º Dia do Festival de Cinema da Lapa

26 de novembro de 2014

O segundo dia começou bem com a exibição de filmes para crianças na Mostra "Catapultas e Carrapatos" e "Banda dos Bichos Supermaluquinhos",séries de animação de Almir Correia. o Theatro ficou lotado de crianças...





Aconteceu após a Mostra Casos e Causos com filmes produzidos pela RPCTV (afiliada da Rede Globo no Paraná) para a série “Casos e Causos”, exibida na Revista RPC. Com os filmes: "O Tamanho do Mundo", de Marcus Werneck; "A Equação do Amor", de Fábio Allon; "O Homem de Lugar Nenhum", de Lincoln Barela; “O Balé da Chuva”, de Henrique Faria; "O Meu Grande Companheiro", de David Barbosa.


Show com Jared e Pilo no palco da Praça General Carneiro.

No Theatro São João  houve a entrega do Diploma de Mérito para o cineasta Almir Correia pelo destaque nacional e internacional em cinema de animação. 


Mostra Hors Concours - Curtas-metragens paranaenses: "Menina Lua Menino Lua" de Almir Correia e "Valentino", de Cassiana Maranha.

A Mostra Competitiva iniciou com o filme " A Estrada 47" direção de Vicente Ferraz e contou com a participação do diretor, sua esposa Isabel Martinez e os atores do filme Thogun e Francisco Gaspar.

Para fechar a noite o jantar foi no restaurante O Casarão.


Primeiro dia do Festival de Cinema da Lapa

25 de novembro de 2014
O Primeiro dia aconteceu com a Abertura da exposição: "Lapa de Outrora" Fotos de Guilherme Glück com curadoria de Waltrauld Sekula na Pousada Tropeira




Logo após teve inicio a programação no Theatro Sçao João com estreias de Documentários produzidos pelas Oficinas do Projeto Cinema na Lapa, realizado em parceria pelo Instituto Histórico e Cultural da Lapa e a FAP/UNESPAR.
Videoclipe "Playing for Lapa - Corajosa Natureza" de Alex Calderari
Curta "A Todos Que Fazem Nossa História", de Leandro Cordeiro
Estreia nacional:
"Entre fotografias e tinteiros..." de Ederson Prestes Santos Lima e Maurício Baggio






E para encerrar o show com Leo Fressato e convidados
Leo Fressato é compositor e cantor do maior sucesso recente da história musical do Paraná. O videoclipe da música “Oração”, interpretada pela Banda Mais Bonita da Cidade, atingiu mais de 14 milhões de visualizações no Youtube e projetou seu nome nacionalmente. Neste pocket-show de abertura do Festival, o músico apresentou esta e outras canções de sua autoria que alcançaram o sucesso na voz de outros cantores, dividindo o palco com a cantora Ana Larousse e o músico Henrique Meyer. 




Luxury Market em Paris


Curso de MERCADO DE LUXO em Paris, através do ISAE Business School e ISC Business School Paris entre os dias 28 de outubro e 08 de novembro, contando com a participação de Empresários e Executivos que atuam em áreas co-relacionadas tais como, moda, etiqueta, cultura, cosméticos, etc. Foram ministradas aulas sobre "Gerenciamento de Produtos de Luxo" com Michel Chevalier - ex designer do Paco Rabanne, "Mercado de Viagens de Luxo" com Raphael Dornier, inclusive com visitas a hotéis como Plaza Athenée, Hotél Shan-grilla, Napoleão; "Administração Internacional", "Produtos de Marca" e "Produtos da Moda" com Morene Ach; " A História da Alta Costura" com Barbara Cohen e visita guiada a Galliera Palais e Exposição " Les annes 50" Museu da Moda de Paris e Palácio Baccarat e ainda Antiga residência Luxo hoje Museu Comodoro; "Propaganda e Marketing" com Isabelle Lazarus e visita a Guerlain, Tiffany, Louis Vuitton, Flangstores, Chanel, Christian Dior, Hermes; " Luxo e Mercado de Artes" com Virginie Chuimer, com visita à Christi's e Sotheby's Leilões e Vendas Fechadas; "A Falsificação e o Mercado de Luxo" com Catherine Girard. Também visita a Fundação Cartier e Fundação Louis Vuitton.

 Maria Inês e Valéria Borges da Silveira com Barbara Cohen

  Valéria e Maria Inês Borges da Silveira com Morene Ach

 Valéria e Maria Inês Borges da Silveira com Michel Chevalier

Brilho e Cintilancias





Foi-se o tempo que o brilho, o paetê, o dourado era indicado só se usar a noite. Hoje eles passam a fazer parte do look diurno. Claro que devemos usar o bom senso e evitar o exagero, mesmo na era do pode quase tudo. 


Lembro que anos atrás usei uma calça de linhão cru com riscas de giz fininhas douradas intercaladas de 5 em 5 cm, achava muito linda. Compus com camiseta cru limpa e joguei um detalhe na cintura e fui num almoço de aniversario. Para muitos eu estava exagerada, hoje estaria ate discreta demais. É tudo uma questão de “styling”, como diz Frasson, diretor de moda da Vogue “ se misturar com básicos a produção fica automaticamente com cara de dia”
 
Existe combinações bem interessantes, malhas e brilhos, tecidos rústicos com brilhos, roupa sóbria e discreta usada com bolsas douradas ou cravejadas com brilho.
Peças básicas quebram o “overglan” do brilho e equalizam o produto.

 

Dica: Já, os saltos com ares de festa, bolsas super-pequenas “miniaudiere” ( criada na década de 30 por Charles Arpeles do Van Clifh ) Clutchs, com brilho, jóias ou bijoux opulentas ou roupas inteiras de paetê é aconselhável somente depois das 18 horas.

 Seguindo estas dicas você sempre fará sucesso com os brilhos e cintilâncias, boa semana.

IMAGEM



A preocupação com imagem pessoal é uma realidade no nosso dia a dia. Sem dúvida, um assunto atual no mundo. Nos deparamos a todo momento com pessoas, empresas, lugares diferenciados e marcas, que buscam manter sua imagem, transmitindo credibilidade e confiabilidade.

E qual é a imagem que nós transmitimos? Será que é a que queremos transmitir? Será que a imagem condiz com o nosso conteúdo, nosso preparo e nosso ambiente de trabalho?

Com certeza a imagem é extremamente importante. É através dela que os outros nos avaliam. As pesquisas apontam que nos primeiros 20 segundos é que as pessoas deixam sua marca e são lembradas por muitos anos.

Para que possamos transmitir uma imagem positiva, agradável, correta, devemos analisar três fatores:

A ROUPA: A roupa deve estar em equilíbrio com seu tipo físico, estilo e personalidade; Esteja adequada com o tipo de evento, local e horário. No trabalho observe o perfil da empresa. Use o bom senso e observe sua idade, evitando decotes profundos, transparências exageradas e roupas justas e curtas de mais em qualquer ocasião.

O COMPORTAMENTO: A educação vem em primeiro lugar. Sua postura e linguagem devem ser corretas. Evite gírias, gargalhadas e exageros. O que deve imperar é o respeito.

AS HABILIDADES: Além do preparo, competência, eficiência e talento, devemos mostrar nossas habilidades e cooperar, fazer mais, mostrar interesse, participar e interagir e, principalmente, saber relacionar-se. O nosso relacionamento representa 85% do nosso sucesso.

No trabalho e na sociedade a roupa e a postura falam. O ato de vestir-se seria livre, não fossem as influências culturais, as limitações financeiras e o mercado de trabalho. As roupas são formas de comunicação não verbal. Transmitem o que você gosta, de onde vem, seu papel social, o que você é e onde trabalha.

Nossa postura também determina nossa educação, timidez, simpatia, naturalidade ou prepotência, maturidade e seriedade. A naturalidade é primordial para um bom e conveniente contato. O sorriso e o tom de voz também são importantes.

A roupa está correta quando adequada ao ambiente em que estamos inseridos. As pessoas lembram-se de nós pela maneira que a tratamos, pela nossa educação e, especialmente, como enfrentamos as situações adversas que aparecem. E, acima de tudo, como nós nos vestimos e nos apresentamos: NOSSA IMAGEM.


Como acertar na escolha da roupa?

- Analise seu corpo e o que combina com você, adquira o que fica bem e valorize sua imagem.

- Na dúvida opte por roupas e cores sóbrias e discretas. Não abuse nos acessórios e maquiagem.

Dicas:

- Existe a MODA EMPRESARIAL que usamos no trabalho: traje formal ou informal. Para acertar tenha em mente sua idade, função ou cargo que desempenha, perfil da empresa onde trabalha (empresas com ambiente formal, informal e até casual). Se vista de acordo com sua personalidade e estilo (Opte pela discrição).




- A MODA SOCIAL usamos para passear, em festas e viagens (formal e informal). Observe sua idade, tipo de evento, hora e local e também o seu papel no evento, seguindo sempre seu estilo. 




Lembre-se que a primeira impressão é a que fica!!!